Notícias

Feira de Moda pronta para entrar em ação

13/06/2017

A famosa FEVEST - Feira de Moda íntima, Praia, Fitness e Matéria-prima –, em sua 27ª  edição, apresentará, de 5 a 9 de julho, os principais lançamentos do Polo de Nova Friburgo e Região para a temporada primavera-verão 2017/ 201. Essa é mais uma oportunidade de rodada de negócios com compradores dos mercados nacional e internacional, para aquecer o mercado.

 

O evento será realizado no Nova Friburgo Country Clube, na Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro. Como no ano anterior, a FEVEST terá abertura ao público nos dias 8 e 9 de julho, quando os visitantes poderão comprar direto dos fabricantes, em uma grande ação de varejo onde os expositores comercializarão seus produtos.

 

 

Dentre as novidades para esta edição, o público encontrará produtos com tecidos tecnológicos em diversas texturas e rendas. Outros destaques serão os acessórios sofisticados, estamparias com cores sobrepostas e efeitos degradé, com propostas aliadas à inovação e tecnologia.


A FEVEST é uma feira de negócios voltada para compradores do Brasil e do exterior, e reconhecida como uma das principais plataformas de lançamentos e tendências. Na edição de 2016, a feira recebeu aproximadamente 20 mil visitantes durante os cinco dias de evento, que contou com 120 expositores, entre confeccionistas e fornecedores. Foram gerados R$ 54 milhões em negócios a partir do evento do ano passado. 

De acordo com Marcelo Porto, presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Nova Friburgo e Região/RJ –Sindvest-, realizador do evento, o setor passou por muitas mudanças com o avanço da tecnologia e, também, precisou fortalecer o produto para concorrer com as peças asiáticas, que balançaram o setor no fim da década de 90. “Só conseguimos superar esse desafio porque trabalharam com o design da mulher brasileira, com preço justo e investiram na identidade do produto”, ressalta Marcelo. 

 

Para Fernando Pimentel, presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção - Abit, que apoia a FEVEST, as feiras aproximam as pessoas. “O evento já é consolidado no calendário nacional da moda íntima, e o Brasil precisa desses encontros de negócios. Mesmo com todas as possibilidades onlines de fazer negócios, ainda há uma relevância no contato pessoal e trocas de experiências e informações, que esse tipo de evento proporciona às pessoas quando vão a uma feira”, comenta Fernando.

 

Segundo dados do Sindvest, o setor contratou mais do que demitiu no primeiro trimestre deste ano e a indústria da moda íntima emprega de maneira formal e informal cerca de 30 mil pessoas. Atualmente, 1.400 indústrias produzem moda íntima, fitness, linha praia e noite, em Nova Friburgo. Além de vender para varejistas e lojas de departamento, o polo de moda íntima também trabalha com exportação.

 

A feira contará com um espaço total de 12 mil m², aproximadamente 120 estandes, com as indústrias de confecções, matérias-primas, serviços e tecnologia, e uma área gastronômica, repleta de food trucks de Nova Friburgo e região, com opções de produtos de qualidade que estarão à venda para expositores, compradores e visitantes.   


Desfile

No dia 5, às 13h e 20h, a feira sediará desfiles das confecções e fornecedores, em que serão apresentados os principais lançamentos do Polo de Nova Friburgo e Região, assim como três peças produzidas por alunos do Curso de Modelagem do SENAI Espaço da Moda.


Segundo a coordenadora de Moda dos desfiles, Maria Candida Teixeira, “serão 13 modelos: 11 femininos, um masculino e uma Plus Size, selecionados nas agências de Nova Friburgo, Rio de Janeiro e São Paulo, tudo sob a orientação de uma equipe de moda, para garantir uma maior integração modelo-produto”.

 

SEBRAE Moda & Negócios


Entre as ações do SEBRAE para esta edição, estão confirmadas três palestras: “As 10 principais soluções para vender na Internet”, com André Abicalil (consultor do SEBRAE) – dia 5, às 16h30; “Sua empresa está online? Conheça as oportunidades através do comércio eletrônico”, com Rodrigo Bandeira (vice-presidente da ABCOMM), dia 6, às 16h; e “Eco Chic – As marcas de sucesso serão éticas e sustentáveis”, com Fábio Monnerat (consultor do SEBRAE e gerente de marketing da CCM), dia 7, às 16h).

 

F de Fevest, F de FIRJAN, F de Friburgo

 

Novos Talentos - Nesta edição, o Projeto da FIRJAN “Novos Talentos”, desenvolvido no SENAI Espaço da Moda’, trabalhará a sustentabilidade. Em seu terceiro ano, o objetivo é mobilizar alunos da instituição a criar peças inovadoras seguindo tendências de design, modelagem e funcionalidade de materiais. A novidade é que o tema da vez propiciou a chance de que os confeccionistas participassem doando linhas, bojos e tecidos, que para eles não tinham mais serventia.

 

Segundo a designer de moda da FIRJAN, Claudinéia Ferraz, a escolha do tema tem como objetivo conscientizar alunos, empresários e outros participantes da feira. Afinal, a indústria da moda é a segunda que mais polui no mundo, ficando atrás apenas do setor de petróleo. As 16 peças que estão em processo de produção farão parte de uma exposição durante a FEVEST e serão afixadas no gradil do SENAI Espaço da Moda, onde ficarão expostas por um ano.

 

Selo Moda Rio - O Sistema FIRJAN também estará presente em todo o evento promovendo ações com os empresários para divulgar o – recentemente lançado – Selo Moda Rio, que vem com a proposta de fortalecer a indústria da moda no estado. Além da Federação, a iniciativa conta com o apoio da Vogue, ABIT, SENAI, Instituto Rio Moda e Babilônia Feira Hype para promover todos os setores do universo fashion fluminense dentro e fora do país.

 

Procompi - Ainda na ocasião, será apresentada uma peça conceito, fruto do projeto Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias (Procompi), uma parceria entre a CNI e o SEBRAE. O objetivo é elevar a competitividade das empresas industriais de menor porte, por meio do estímulo à cooperação entre elas, e à organização do setor e desenvolvimento empresarial e territorial. Na FEVEST, a indústria da moda se unirá à indústria de joias para construírem uma peça de passarela com o objetivo de agregar o melhor dos dois setores.

 

Polo de Moda Íntima


O Polo de Moda Íntima de Nova Friburgo e Região conta com 1.400 confecções. A maior parte das lojas do setor está concentrada nos bairros de Olaria, Conselheiro Paulino e Ponte da Saudade. Confecções de pequeno, médio e grande porte estão espalhadas pelos bairros da cidade e pelos municípios que ficam em seu entorno. 

 

No segmento de moda, o Polo é responsável por mais de 25% da produção do mercado brasileiro (aproximadamente 114 milhões de peças por ano), gerando 20 mil postos de trabalho, sendo 8 mil diretos e 12 mil indiretos. Nova Friburgo é reconhecida, há alguns anos, como a Capital Brasileira da Moda Íntima, referência no setor por representar o desenvolvimento industrial da pequena e média empresa no Brasil.

 

Voltar para Notícias.

    Edição: Moda Rio 60 - Última edição

    A Inovação Tecnológica X Chão de Fábrica

    Revista Virtual

SISTEMA FIRJAN